FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DA BAHIA

Central do conhecimento

ICEC 2021 | JULHO

ICEC
1 de novembro de 2021

INDICADOR DE CONFIANÇA DOS EMPRESÁRIOS SOBE 9% EM JULHO E ATINGE 95,1 PONTOS, APONTA FECOMÉRCIO-BA 

Redução das restrições e vacinação têm reduzido o pessimismo dos empresários do comércio de Salvador. 

Em julho, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) registrou 95,1 pontos, alta de 9% em relação a junho e é o maior patamar desde janeiro deste ano. Essa é a segunda alta consecutiva, o que consolida a recuperação da confiança do empresário do comércio de Salvador. Na comparação com igual período de 2020, o indicador cresce 53,9%. 

A maior variação no mês foi do índice de Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC) que subiu 24,4% em relação a junho. Porém, está com a menor pontuação entre os subíndices avaliados, de 69,3 pontos. Ou seja, apesar da melhora, por enquanto, só está reduzindo o pessimismo, pois a maioria dos empresários ainda está receosa no andamento da economia do setor em si. 

No entanto, quando se olha o futuro próximo, o cenário é mais promissor. O índice de Expectativa do Empresário do Comércio (IEEC) cresceu 3,4% e atinge os 133,1 pontos em julho, maior patamar desde janeiro deste ano. E os empresários de Salvador estão mais otimistas, inclusive, com os seus negócios, das empresas comerciais, com 136,6 pontos. 

Com a redução cada vez maior das restrições e um cenário mais próspero, sobretudo diminuindo as chances de novos fechamentos, gera uma confiança a mais ao empresário. E com a vacinação avançando, os consumidores voltam gradativamente ao comércio e as vendas, de fato, estão subindo para a maioria das atividades do varejo. 

E se a expectativa é de que haja uma melhora contínua, é natural que os empresários voltem a pensar em contratar. Tanto que o Índice de Investimento do Empresário do Comércio (IIEC) subiu 7,1%, ao passar de 77,3 pontos em junho para os atuais 82,8 pontos. Embora ainda seja um patamar pessimista, o sub-índice de contratação de funcionários está em 113,8 pontos, alta de 7,8% acima do visto em junho. É uma indicação de que os empresários estão inclinados a aumentar o quadro de funcionários nos próximos meses. 

A expectativa é boa, até porque os estoques estão acima do adequado, foi o que disseram 39,5% dos entrevistados, maior percentual desde agosto do ano passado. O índice Atual de Estoques está em 69,8 pontos. Por isso também o Nível de Investimento das Empresas está no patamar pessimista, em 64,9 pontos. Isso porque, antes de investir, os empresários precisam desovar o estoque de produtos que ficou “parado” ao longo do primeiro semestre. 

Portanto, os números do ICEC mostram uma recuperação gradativa da confiança dos comerciantes, diante de reabertura da economia, de forma cada vez mais natural. O que pode limitar esse avanço é a inflação alta que vem atormentando a vida dos consumidores, reduzindo o seu poder de compra. 

Mas, em termos relativos, para um momento atual com a abertura do comércio é um alívio após um período de restrições vivido pelo empresários entre os meses de fevereiro e abril.