FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DA BAHIA

Notícias

CNC DIVULGA ANÁLISE SOBRE ENDIVIDAMENTO NO BRASIL EM 2013

Comércio
15 de maio de 2021

Em 2013, 62,5% das famílias brasileiras
declararam ter dívidas. A Sul foi a região com maior proporção de endividamento,
alcançando 76% das famílias, enquanto na Sudeste apenas 56,3% das famílias
declararam ter dívidas – o menor índice na comparação regional. Os dados
fazem parte do estudo Perfil Regional de Endividamento e Inadimplência
em 2013, divulgado no dia 4 de fevereiro pela CNC (Confederação Nacional
do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Realizado com base nos resultados mensais da Peic (Pesquisa de Endividamento
e Inadimplência do Consumidor), divulgada mensalmente pela CNC, o estudo
mostra o endividamento por regiões em 2013, o percentual de inadimplência
ou contas em atraso e a percepção de cada região quanto à possibilidade
de pagamento dessas dívidas, bem como compara índices dos últimos quatro
anos (2010, 2011, 2012 e 2013).

O Perfil Regional de Endividamento e Inadimplência demonstra que o cartão
de crédito é o tipo de dívida mais citada pelas famílias de todas as regiões
do País. As demais modalidades de endividamento variam conforme a região.
O carnê se destaca no Norte (45,8%), seguido pelo Centro-Oeste (27,3%)
e pelo Nordeste (11,5%). A maior incidência de famílias com financiamento
de carro e casa foi na região Centro-Oeste – respectivamente 23,3% e 9,3%
–, e a menor foi na Nordeste (3,8% e 2,5%).

A região Norte apresentou o maior percentual de famílias inadimplentes,
com 25,9% do total, enquanto a Sudeste apresentou o menor percentual de
famílias com contas ou dívidas em atraso (18,8%). A média nacional foi
de 21,2% do total de famílias brasileiras inadimplentes em 2013 – uma
queda de 0,2 ponto percentual em relação a 2012.