FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DA BAHIA

Notícias

FECOMÉRCIO-BA DISCUTE PARCERIAS COM A SEFAZ E SICM

Comércio
15 de maio de 2021

Criação de banco de dados do comércio baiano é a primeira meta No dia 12 de junho, o presidente da Fecomércio-BA, Carlos Amaral, recebeu os secretários da Fazenda e da Indústria, Comércio e Mineração do Estado da Bahia, Luiz Petitinga e James Correia, respectivamente, num almoço no restaurante Senac Casa do Comércio. O encontro foi mais um desdobramento do compromisso firmado entre a Federação e o Estado na Política de Comércio e Serviços, documento elaborado pelos setores público e privado com foco no desenvolvimento do setor. O superintendente Paulo Studart apresentou o projeto de cooperação técnica entre as pastas e a Federação, que vem sendo delineado com o objetivo de criar um banco de dados com estatísticas do comércio baiano. “Tendo como espelho a metodologia desenvolvida para a CNC, queremos fornecer uma comunidade de dados com indicadores reais que mensurem a atividade comercial na Bahia, auxiliando governo e empresários na tomada de decisões”, disse Studart. Autor das pesquisas encomendadas pela Confederação do Comércio, o economista Fabio Pina, da FFA Consultoria e Pesquisa Econômica, fez uma exposição sobre o tema. “A nossa proposta é identificar sondagens e pesquisas econômicas que possam ser executadas a baixo custo, agregando informações regionalizadas relevantes para o empresário”, declarou. Dentre os estudos assinados pela FFA Consultoria estão o Índice de Confiança do Consumidor, a Intenção de Consumo das Famílias, Custo de Vida por Classe Social, a PRIE – Pesquisa de Risco e Intenção de Endividamento, dentre outras. Equipes técnicas da SICM, Sefaz e Fecomércio-BA estudam a implantação dessas pesquisas regionais, por meio da análise dos dados fornecidos pelas secretarias e por questionários a serem aplicados em Salvador e municípios do interior. Um dos objetivos é desenvolver a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista Baiano, que analisa os dados de arrecadação do ICMS disponibilizados pela Sefaz.