FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DA BAHIA

Notícias

Fecomércio-BA participa de audiência pública da Câmara Federal para debater a recuperação econômica

Câmaras do Comércio, Comércio, Economia, Sistema Comércio
11 de junho de 2021
Fecomércio-BA participa de audiência pública da Câmara Federal para debater a recuperação econômica

A convite do deputado federal Zé Neto (PT-BA), o presidente da Fecomércio-BA, Carlos de Souza Andrade, participou de audiência pública virtual, realizada nesta quarta-feira (09/06), pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (CDEICS) da Câmara dos Deputados. O tema em evidência foi “Recuperação e desenvolvimento econômico no contexto da pandemia”.

Acesso ao crédito, reedição de Refis federal e estadual e reformas tributária e administrativa. O presidente Carlos Andrade destacou esses itens como principais pleitos do comércio da Bahia neste momento de crise. “Especialmente o pequeno e o microempresário, necessita de crédito facilitado. O Pronampe ajudou bastante, mas chegam ainda poucos recursos e com uma burocracia muito grande. Os bancos públicos precisam se reinventar nesse momento para auxiliar as empresas”.

Quanto às reformas em tramitação na Câmara, Andrade salientou que “o País precisa de reformas mais simplificadas para reduzir o Custo-Brasil e uma Reforma Tributária que seja ampla, justa e que não aumente a carga de impostos”. Outra reivindicação da Federação representante dos empresários do comércio foi a aprovação do PLP 5/2021, que irá proporcionar a manutenção de tratamentos tributários diferenciados para o comércio e o turismo, atividades econômicas mais afetadas pela pandemia.

“Esse debate é necessário porque o mundo está em transformação, com um novo modelo de estado em construção. No Brasil, estamos enfrentando hoje debates sobre privatização de empresas públicas estratégicas, na contramão do mundo. Temos a possibilidade de um apagão por causa da crise hídrica, que afeta as regiões sudeste e centro-oeste do País, tudo isso durante a pandemia, o que é muito preocupante”, pontuou Zé Neto, que presidiu a audiência.

Entre as autoridades governamentais, dirigentes de associações representativas e pesquisadores acadêmicos presentes, estiveram, ainda, Renato Fonseca, superintendente de Economia da CNI – Confederação Nacional da Indústria, Esther Dweck, professora do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), entre outros.