FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DA BAHIA

Notícias

Turismo baiano fecha 3.148 postos de trabalho no primeiro semestre de 2018

Comércio
15 de maio de 2021

Pesquisa da CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo e da Fecomércio-BA, que analisa os dados do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, confirmou que as atividades do turismo no Estado demitiram 3.148 pessoas no período de dezembro de 2017 a junho deste ano. A Bahia ocupa o  primeiro lugar entre os estados nordestinos com maior número de demissões dentro do período em análise: o Nordeste perdeu 4.590 postos de trabalho e o Brasil fechou 7.743 no semestre.

Os dados isolados de junho de 2018 revelam que os serviços ligados ao turismo estão amargando prejuízos. A Bahia fechou no mês do São João 956 postos de trabalho nos segmentos de hospedagem, alimentação, agências de viagens, locadoras de veículos, serviços culturais, entre outros. A tendência se manteve no Nordeste, exceto no Ceará que registrou 479 contratações em junho neste setor. Na análise nacional, as demissões no turismo chegaram a 7.743, número de desempregados um pouco menor que o de maio, que atingiu 8.754 trabalhadores brasileiros do turismo.

Na avaliação da área de Pesquisas Econômicas da CNC, em face das demissões, a recuperação das atividades turísticas demandará tempo e esforço, pois o ritmo da retomada do crescimento da economia brasileira encontra-se lento, em um cenário de incertezas políticas.

“Esse resultado se deve a uma retração após primeiro trimestre de altíssima temporada em relação ao segundo trimestre. Diversos estabelecimentos de todos os segmentos turísticos reduziram seus quadros de colaboradores. Aliado à redução da atividade econômica, vários estabelecimentos fecharam suas portas, principalmente, na área de alimentos e bebidas. Vale salientar que muitos retornaram a informalidade devido à alta carga tributária e a excessiva burocracia estatal”, comenta o coordenador da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio-BA, José Manoel Garrido.